Intervenções e Atividades Assistidas por Animais

Atualmente, o termo Terapia Assistida com Animais tem sido bastante debatido e existe uma tendência crescente em chamar de “terapia” a todo o tipo de programas nos quais existe uma relação com animais. O termo “terapia” é relacionado, muitas vezes, com experiências que nada têm a ver com a sua definição. É crucial entender a diferença entre Intervenções Assistidas com Animais e Atividades Assistidas com Animais, e tão ou mais importante, saber quem as pode desenvolver.

Intervenção Assistida com Animais (IAA) – É uma intervenção com objetivos definidos que inclui a presença/participação ativa de animais nas áreas da saúde e educação, com a finalidade de proporcionar benefícios terapêuticos. Dentro das IAA existem dois tipos de intervenção:
 
Terapias Assistidas com Animais (TAA) - é uma intervenção com metas definidas, planeada e estruturada, aplicada por profissionais das áreas da saúde e/ou educação, devidamente habilitados. Todo o processo deve ser documentado e avaliado periodicamente. As TAA têm como objetivo melhorar funções físicas, cognitivas, comportamentais e/ou sócio-emocionais, na qual o animal é parte integrante do processo terapêutico.
Educação Assistida com Animais (EAA) - é uma intervenção com metas definidas, planeada e estruturada, aplicada por profissionais da área da educação. A EAA é implementada por professores qualificados, tanto em educação geral como em educação especial, que tem como objetivo melhorar o sucesso académico, capacidades sociais e função cognitiva. O progresso do aluno é medido e documentado.
 
Atividades Assistidas com Animais (AAA) - são interações informais/visitas muitas vezes realizadas pelo binómio humano-animal para fins motivacionais, educativos e recreativos. Estas interações não têm metas terapêuticas. As AAA são geralmente facilitadas por indivíduos que não têm formação na área da saúde, da educação ou de serviço social.

A equipa multidisciplinar do Centro Para o Conhecimento Animal está apta para dar resposta nas seguintes situações:
 
Doença Mental (Demências, Doença de Alzheimer, Doença de Parkinson, Psicoses, Esquizofrenia e Depressão);
Deficiência mental, motora e multideficiência (Paralisia Cerebral, Síndrome de Down e Perturbações do espectro do autismo);
Obesidade (Programa complementar ao combate da obesidade);
Geriatria (Estimulação cognitiva e Combate à solidão/isolamento);
Dificuldades de aprendizagem (Apoio à leitura e/ou à escrita, Dislexia, Discalculia, Disortografia, Disgrafia e Perturbação de Hiperatividade).

Em qualquer uma das situações o bem-estar dos cães envolvidos é sempre assegurado, de forma a que seja prestado um serviço de excelência sem prejudicar o nosso terapeuta principal.

Para marcar um destes serviços poderá contactar o Centro para o Conhecimento Animal.