Estamos a criar serviços inovadores no mundo
2016-05-04

Hoje em dia é indiscutível a importância do animal de companhia no seio de uma família. Nunca como hoje se falou tanto da importância de cães e gatos como membros da família, mas e quando o animal morre? Os tutores estão preparados para enfrentar o luto? E a sociedade aceita que os tutores façam esse luto por um animal de estimação? A pensar nestas situações, o CPCA lançou um serviço pioneiro de apoio no luto, tanto para tutores, como para os próprios médicos veterinários.

O Centro para o Conhecimento Animal apresentou um novo serviço de apoio no luto. Como surgiu a ideia de apostar neste serviço?

Gonçalo Graça Pereira: Aquilo que a Sara Fragoso e eu sentimos, durante estes anos a trabalhar no comportamento, foi que alguns tutores chegavam até nós com um segundo animal com problemas de comportamento e não só traziam expectativas em relação ao animal que tinham perdido, como continuavam a sofrer uma dor muito grande pela perda do animal anterior. E muitas vezes isso provocava problemas no animal presente em relação ao animal do passado, que a família tinha perdido. O CPCA está preocupado não só com o bem-estar do animal não humano, mas também com o animal humano e sentimos que havia necessidade de fornecer este apoio. A sociedade não dá esse apoio e as pessoas não têm a quem recorrer.

Para ler na íntegra em:www.veterinaria-atual.pt/estamos-a-criar-servicos-inovadores-no-mundo/